Procurar
Close this search box.

Schoenstatt
Movimento Apostólico

Schoenstatt no Equador celebra o Jubileu de Ouro do seu primeiro Santuário.

By: Irmã M. Monteserrat Darquea, Assessora do Ramo das Famílias

A família de Schoenstatt no Equador preparou o jubileu pelos 50 anos de seu Santuário Nacional com incontáveis oferecimentos e com trabalho de logística para dar um forte impulso missionário a seus membros. As celebrações acontecerão nos dias 20 e 22 de janeiro no Santuário de Guayaquil e contará com a presença do Núncio Apostólico, os Bispos do Equador e numerosos membros da família de Schoenstatt.

 

“A semente de Schoenstatt que teu amor trouxe ao Equador brotou em nossos corações. ”

Assim rezava a geração fundadora há 50 anos. Assim rezamos hoje todos os dias durante este ano na Oração Jubilar com imensa gratidão e profunda alegria.

Com o Lema – “Santuário és missão” – em 20 de janeiro de 2021 nossa família de Schoenstatt no Equador iniciou o Ano Jubilar de seu Santuário Nacional, com a abertura da Porta do Santuário pelo casal Briz e o Padre Luis Nieto, na presença de umas 20 pessoas da geração fundadora e 400 assistentes, mesmo na Pandemia. Iniciou-se a procissão das comunidades com suas bandeiras  e símbolos juntos com as bandeiras jubilares que foram entregues aos distintos lugares onde Schoenstatt foi implantado.

Perguntas que mexem

O Padre Eduardo Auza em sua homilia exortou a família a responder à pergunta que nosso Pai e Fundador fez ao P. Menningen adaptando-a ao nosso tempo:

“Família de Schoenstatt, vens comigo, estás disposta a renovar-se neste ano jubilar? Estás disposta a dar também o salto do 20 de janeiro? Estás disposta a oferecer sua vida pela liberdade de todos, pela liberdade do Fundador, que segue encarcerado; pela liberdade da pátria, da Igreja, de uma nova sociedade? ” (Homilia de 20 de janeiro de 2021)

Uma história, uma patena, uma missão

E a missão consiste em presentear nosso Santuário ao mundo. Um sinal incrível é que o Santuário foi consagrado sem teto, o que foi interpretado como um chamado a ser braços abertos para a Igreja e o mundo, e que devia ser mãos estendidas aos mais necessitados, aos que não tem lar.

Para a Família de Schoenstatt nascente no Equador, as palavras de nosso Pai Fundador foram decisivas para mobilizar todas as energias na busca por um terreno e na construção do Santuário apesar de serem somente poucas pessoas. Em sua carta de 5 de outubro de 1967 nos escreveu:

“Pelo visto a Mãe quis, ela mesma, escolher e formar seus instrumentos em Guayaquil. Isto indica que Ela quer que vocês mesmos lhe construam um Santuário para atuar e distribuir desde aí, em vossa pátria e mais além, milagres de graças.”

O Padre Kentenich nunca visitou o Equador, mas nós consagrou sua patena, que a Juventude Feminina equatoriana lhe enviou como presente, um dia antes de sua partida para o Schoenstatt eterno.

Família do Pai consagrada na patena

Para a geração fundadora a Consagração do Santuário em 20 de janeiro de 1972 foi evidentemente um presente para nosso Pai e Fundador e para a Igreja, tanto que houveram 2 celebrações: no dia 20 com a Família de Schoenstatt e no dia 22 com o Bispo, simbolizando ser Schoenstatt um presente para a Igreja.

Este jubileu o celebramos com nosso lindo ideal nacional que está expressado no memorial localizado aos pés de cada um dos Santuários em Equador: “Família do Pai consagrada na patena. ” Bandeiras jubilares flamejando nesta noite de abertura do jubileu foram enviadas aos Santuários Filiais e Ermidas de Schoenstatt nas cidades de Quito, Samborondón, Manta, Santo Domingo, Babahoyo e Bahía de Caráquez.

Até o Aniversário de Ouro, janeiro de 2022

 

Este jubileu nos Anima, nos Aproxima, nos Compromete e nos leva a Assumir a missão.

Este jubileu nos Anima, nos Aproxima, nos Compromete e nos leva a Assumir a missão.

Nos anima a agradecer, a pedir perdão, a oferecer-nos na patena como um dom de gratidão e nos convida a comprometer-nos com o Santuário para torna-lo conhecido e entregar o carisma de Schoenstatt a toda nossa pátria.

Uma comissão central foi formada com representantes de todas as nossas comunidades para organizar diversos materiais e atividades de conteúdo, liturgia, eventos, logística, comunicação e finanças.

É uma graça jubilar o fato de que, apesar da pandemia, toda a Família tenha se mobilizado para celebrar com alegria e compromisso o Jubileu de Ouro.

Presentes de Ouro que frutificam em Graças

O presente mais importante que a Família assumiu é ser uma Pastoral Renovada. Uma grande equipe que integra a pastoral empregou todas as suas forças para embelezar o Santuário e elaborar uma rota para os peregrinos, potencializando as equipes de acolhida, liturgia, canto, etc; de forma a acolher os peregrinos de várias cidades, Paróquias, Colégios, etc que vieram em busca das graças jubilares.

Esta renovação exterior inclui uma Via Matris com os mistérios do Rosário, a Porta de entrada ao Jardim de Maria, Ermida do Pai, Memorial José Engling, etc. A Comunidade dos Padres de Schoenstatt renovou também a Igreja dos Peregrinos.

Cada Ramo se esforçou para presentear um Ramo renovado em seu ideal e organizou peregrinações, jornadas, retiros no Santuário Nacional. É lindo ver como enviam fotos dos grupos com suas famílias durante as peregrinações.

A Juventude Feminina renovou sua coroação com a MTA como Rainha do Amor Puro. O Ramo das Mães assumiu a herança das primeiras com a reconquista de seu Ideal e Bandeira. Em cada terça-feira do ano jubilar as mães ofereceram adorações no Santuário Nacional. O Ramo das Famílias reconquistou sua bandeira e cada família recebeu uma pequena réplica. As Uniões e Institutos também ofereceram incontáveis presentes durante esse tempo jubilar.

A Campanha da Mãe Peregrina impulsionou novamente a Campanha nas Paróquias e a Mãe foi entronizada em várias Igrejas; todos os missioneiros e missioneiras do Equador receberam um – Santuário para preencher com o capital de graças.

A Comissão Liturgia organizou nos dias 20 de cada mês adoração durante 11 horas contínuas com a participação de todas as Comunidades. Durante a Missa da Páscoa de nosso Pai e Fundador, no dia 15 de setembro, foram seladas  Alianças de Amor e se renovou o compromisso com o Padre Kentenich.

Jubileu que desperta vida em todos os cantos

A Comissão Conteúdo trabalhou com fichas jubilares mensais com os fatos mais marcantes desses 50 anos, tais como: Família do Pai, O Santuário foi profanado, Santuários Filiais, Santuários Lares e Frutos do Santuário. Cada ficha foi acompanhada de vídeos curtos com testemunhos.

A Comissão de Eventos organizou o Concurso do Hino Jubilar, do qual participaram seis canções compostas por membros de várias comunidades. Após uma difícil eleição foi escolhida a letra composta pela coordenadora do Ramo das Mães. Foram organizadas três lives transmitidas pelas redes sociais: Da raiz aos Ramos, com membros fundadores; Fogo para os próximos 5º anos, com a presença do Arcebispo de Guayaquil – Monsenhor Luis Cabrera; Schoenstatt para o futuro da Igreja, com o Padre Alexandre Awi. Em 18 de outubro foi lançado o livro: Raiz de barro e sangue novo, que inclui as correntes de vida mais importantes destes 50 anos de história.

Como família estamos muito contentes com toda a vida despertada que conseguiu incluir a todos nesse Caminho Jubilar e esperamos seja uma renovação que desperte vocações e instrumentos para levar Schoenstatt Equador até os próximos 50 anos e mais além.

Um presente do Céu: Os Bispos da Conferência Episcopal na Missa do Jubileu

A Mãe nos oferece um presente inesperado e de grande magnitude: A presença dos Bispos da Conferência Episcopal Equatoriana na Missa do dia 20 de janeiro, em nosso Santuário Nacional. Os Bispos da Conferência estarão em exercícios espirituais na Casa de Retiros do Santuário de 17 a 21 de janeiro. Monsenhor Luiz Cabrera, que é o presidente do corpo, sugeriu que convidássemos à Missa central o Núncio Apostólico – Arcebispo Andrés Carrascosa Coso, para que a presidisse e assim os demais Bispos participarão concelebrando. Sentimos que é um maravilhoso sinal de uma Igreja que quer ir em saída e de um Schoenstatt que deseja colaborar desde seu carisma a evangelizar até às periferias. A Mãe nos enviará a todos, membros da família de Schoenstatt e Bispos, desde seu Santuário a conquistar o mundo.

Programa do Tríduo Jubilar:  Canal Youtube

20 de janeiro: 20h. Santa Missa presidida pelo Núncio Apostólico, Arcebispo Andrés Carrascosa Coso, com a participação dos Bispos do Equador. O quadro da MTA sairá do Santuário e permanecerá na Igreja dos Peregrinos.

21 de janeiro: 19:30h. Noite de Ouro. Adoração virtual dirigida por nossa Família de Quito que chegará a Guayaquil pelas celebrações jubilares.

22 de janeiro: 17h. Celebração Eucarística presidida pelo Monsenhor Luis Cabrera, Arcebispo de Guayaquil e Presidente da Conferência Episcopal do Equador. Estarão presentes convidados da Igreja, Movimentos Eclesiais e autoridades civis.

Medidas de Biosegurança e participação virtual

A onda de contágios em Equador pelo Covid também preocupa a Família, e por isso foram tomadas importantes medidas de biossegurança para tranquilidade dos assistentes das celebrações presenciais. Para aqueles que quiserem seguir virtualmente os eventos, lhes a

Para aquele que quiserem ter acesso aos materiais e vídeos que foram preparados para o Jubileu de Ouro, lhes convidamos a acessar:

https://linktr.ee/schoenstattjubileo 

 

 

Share

with your loved ones

Related articles that may interest you