Procurar
Close this search box.

Schoenstatt
Movimento Apostólico

Bênção do Santuário de Santa Cruz, Bolívia. O dia finalmente chegou!

By: Roberto Henestrosa

União de corações

No sábado, 4 de setembro, aconteceu a tão esperada bênção do Santuário de Schoenstatt em Santa Cruz de la Sierra, Bolívia. Eram 11 horas da manhã quando tudo já estava organizado para a consagração do Santuário. Iam chegando os convidados, a Família, os peregrinos e uma grande delegação da cidade de La Paz, irmãos schoenstattianos do Santuário de Achumani. O tempo estava muito quente e úmido, quase normal para esta época do ano.

O que deveria levar 145 dias para ser construído se transformou em mais de 630 dias. A pandemia atrasou a construção, assim como as três datas programadas para a bênção.

Um ministério de música convidado, “Los sembradores”, nos deu seu talento nos momentos que antecederam o início da cerimônia. Foi uma grande contribuição para apaziguar a ansiedade e a expectativa que todos nós sentíamos.

Tudo era alegria, uma completa festa familiar. Nossa celebração começou com o desfile de bandeiras, entraram os sacerdotes com Mons. Sergio Gualberti, Arcebispo de Santa Cruz de la Sierra, acompanhado por Dom Estanislao Dowlaszewicz, bispo auxiliar da mesma arquidiocese.

A homilia: uma catequese schoenstattiana

A homilia de nosso pastor foi uma catequese schoenstattiana, um decálogo de marcos para a família, na qual a cultura do encontro foi a raiz desta união entre o natural e o sobrenatural. Encontrar-se com um pastor que nos fala sobre a fé prática, sobre o pulso do tempo, sobre o que Deus quer nos dizer com a pandemia, foi um sinal preclaro de que nossa Mãe e Rainha une os corações numa missão comum.

 

As relíquias, uma de São João Paulo II referindo-se ao seu encontro com a Família de Schoenstatt para o centenário do nascimento do Padre Kentenich, fizeram nossos corações baterem novamente com emoção: “Não tenhais medo, canonizai-o vós mesmos, totus tuus“. Estas foram frases que nos desafiaram fortemente.

 

As graças serão testemunhas da Aliança

Muitos acompanharam toda esta celebração através das redes, graças à produção impecável da Diakonía, a empresa produtora da Universidade Católica. Os momentos passaram, e com eles, um acúmulo de emoções. Após a unção de nossas cruzes de consagração com óleo, o momento da coroação se aproximava. A Mãe de Deus, carregada em um andor, chegou ao lugar de sua morada final. Sentimos uma profunda união de corações. Deus deu a bênção de ter um Santuário a uma Família que esperou, esperou e esperou, sem perder a esperança, e soube ser fiel ao seu chamado.

O toque do sino nos deu a boa notícia de que o tempo de espera havia terminado. E com o novo tempo, começa uma etapa de serviço à Igreja, testemunhando que os planos de Deus são perfeitos e as graças serão testemunhas do amor de Maria em Aliança com seus fiéis.

 

Monsenhor Gualberti: Os leigos são meu melhor apoio

Na homilia da primeira celebração eucarística em nosso Santuário, o Padre Claudio Martínez Cohen nos lembrou como as estradas para construir o Santuário foram abertas e fechadas nos últimos oito anos. Os obstáculos foram muitos! Uma das mais impressionantes foi que Monsenhor Gualberti, em primeira instância, nos havia exigido como requisito para a construção que um dos Padres de Schoenstatt residisse em Santa Cruz, uma exigência simplesmente impossível de ser cumprida. Pouco tempo depois, durante outra visita do Padre Cláudio ao Monsenhor, ele lhe disse que autorizou a construção, porque os leigos de Schoenstatt eram seu melhor apoio e nós provamos estar suficientemente comprometidos em apoiar espiritualmente o Santuário.

Jenecherú, um fogo vivo de esperança

Nas palavras do Padre Claudio Martínez Cohen, assessor da Família de Schoenstatt em Santa Cruz, “o espírito de família foi expresso em seu ideal do Santuário: ‘Jenecherú, fogo vivo de esperança’, que alude ao fogo dos camponeses que se mantém sempre aceso e reúne a todos com seu calor e sua luz. Desta forma, esta Família quer ser um lugar de encontro pessoal e de abrigo seguro nos tempos mais bonitos e difíceis, e depois compartilhá-lo com todos aqueles que a ele se dirigem. Maria é o abrigo seguro e o envio para proclamar o amor e a misericórdia de Deus. Trata-se de uma família em crescimento que inclui os ramos adultos, bem como juventude feminina e masculina, em seus diferentes estágios.

Irmã M. Silvia Beltrán: O céu tocou a terra

De sua parte, a Irmã M. Silvia Beltrán, que também é assessora da Família de Schoenstatt em Santa Cruz, expressou que “ao assessorar a Família de Santa Cruz, pude conhecer este ‘fogo vivo de esperança’ que arde no coração de cada um dos filhos da Mãe de Deus”. Eles o expressaram especialmente durante esses anos de espera e adiamento da bênção de seu Santuário. Sua aceitação, alegria e fidelidade alcançaram seu auge no dia 4 de setembro, já que a consagração do Santuário foi para eles a realização do sonho há muito esperado de mais de 20 anos”.

Sobre o compromisso da Família de Schoenstatt, ela acrescentou que “eles provaram o quanto amam a Mãe de Deus com ações muito concretas”. Muitas consagrações à Liga, Alianças de Amor, e bênçãos de Santuário-Lar. Todas foram seladas no coração da Mãe em seu recém-abençoado Santuário. E concluiu: “Foi uma experiência na qual sentimos que o céu tocou a terra nesta terra de Santa Cruz, que de agora em diante se torna parte da grande rede de Santuários de nossa Família internacional”

Claudio Martínez Felmer: A Mãe de Deus está aqui para ficar para sempre.

Claudio Martínez Felmer, assessor da juventude em Santa Cruz, disse que “vivemos dias de profundo encontro com Deus e com a Mãe de Deus em torno da bênção de nosso Santuário, e de uma alegria muito especial, pelo reencontro pessoal e presencial com muitos, depois de tanto tempo conectados apenas virtualmente”, e acrescentou que “sem dúvida, foi um grande trabalho de equipe de toda a Família local, acompanhado de enormes contribuições para o Capital de Graças”. Também pudemos contar com o apoio de diferentes plataformas para poder transmitir a cerimônia, para que muitos pudessem acompanhar este momento de graças.

Share

with your loved ones

Related articles that may interest you