Procurar
Close this search box.

Schoenstatt
Movimento Apostólico

Em um país predominantemente ortodoxo, o pequeno Schoenstatt tem a missão de integrar

By: Ir. Mariana Hermann

A atual guerra da Rússia contra a Ucrânia voltou nossa atenção aos países do leste europeu. Para o papa S. João Paulo II, que era da Polônia, esses países são de grande importância para o futuro da Igreja. Dizia que a Europa cristã tem que respirar com dois pulmões: o romano-latino (católico) e o eslavo-bizantino (ortodoxo).

Nosso fundador, o Padre José Kentenich, também acreditava que os povos eslavos poderiam contribuir decisivamente para a renovação de nossa Igreja no futuro. A grande abertura dos companheiros de prisão dos países do Leste Europeu em Dachau o levou ao convencimento de que Schoenstatt tinha uma missão especial nesse sentido. Estamos unidos aos cristãos ortodoxos, sobretudo por nosso grande amor a Maria. O P. Kentenich o vê como o grande meio para levar a unidade a ambas Igrejas. O que podemos fazer nesse sentido?

Gostaria de compartilhar aqui um pouco sobre a vida da pequena Família de Schoenstatt na Sérvia.

Sérvia: minorias católicas e uma Família de Schoenstatt pequena

Icono de María en la Basilica del Santo Sava en Belgrado – Foto M Hermann

A Sérvia é um país ortodoxo. Os católicos, em sua maioria croatas ou hungaros, são uma pequena minoria e vivem sobretudo em Voivodina, que é limitada pela Croácia no oeste e pela Hungria no norte.

A Família de Schoenstatt também é pequena. Nasceu graças aos esforços da alemã Hedwig Maria Weinzierl, da Federação de Senhoras, que trabalhou na paróquia de Ruma desde 1980 até 2006. Conduziu muitos à Aliança de Amor e trabalhou para difundir a Campanha da Mãe Peregrina. Hoje em dia, há quase 20 círculos da Mãe Peregrina e um grupo de Mulheres e Mães do Movimento de Schoenstatt em Beška e em uma cidade histórica de Sremska Mitrovica.

As restrições causadas pela pandemia nos últimos anos intensificaram a experiência de isolamento e quase paralisaram a vida da Família de Schoenstatt.

10 anos da ermida da MTA em Beška

O jubileu da ermida paroquial de Beška foi, portanto, uma boa ocasião para criar uma experiência comunitaria e encher o pequeno rebanho de schoenstattianos com uma alegria e uma confiança renovadas. Foi celebrado em 19 de novembro. Ainda que o tempo chuvoso de novembro não fosse convidativo, alguns schoenstattianos das cidades ao redor e inclusive da vizinha Croácia não perderam a oportunidade de participar desse evento.

10 años de la Ermita en Beška – Foto M Hermann

O iniciamos com uma celebração e um tempo de adoração na pequena igreja paroquial dedicada a Santa Teresa de Lisieux. Depois, fomos em procissão ao pátio da paróquia, à ermida e levamos nossas contribuições ao capital de graças a Mater na talha. Por conta da chuva, tiveram que ser queimados a uma certa distancia em baixo de um toldo, mas isso não diminuiu a alegria.

Beška-Envío de Imagenes de la Virgen Peregrina – Foto M Hermann

Durante a Santa Missa posterior, presidida pelo paróco local Božidar Lusavec, uma mulher selou a Aliança de Amor com a Mater, e ao final as imagens peregrinas que foram trazidas foram abençoadas e enviadas de novo.

Cada um é importante

Em Ruma, onde a Mater encontrou seu lugar na sacristia da igreja paroquial, duas mulheres já haviam selado sua Aliança de Amor em 6 de maio.

Schoenstatt dá passos
Alianza de Amor en Ruma – Foto M Mikolaci

Em Zemun, perto de Belgrado, conhecemos uma mulher de Surčin que imediatamente se entusiasmou com a Mãe Peregrina e agora quer organizar um círculo em sua paróquia. Na própria capital, Belgrado, onde já existe um círculo da Mãe Peregrina na paróquia de Santo Antônio e pude presentar de novo esse apostolado, uma jovem diretora de cinema mostrou grande interesse por Schoenstatt.

Embora os jovens que se interessam por nosso Movimento sejam pessoas singulares, isso dá esperança ao futuro de Schoenstatt na Sérvia, porque, como disse nosso fundador:

“Através do serviço desinteressado às pessoas é como Schoenstatt surgiu; do mesmo modo deve seguir crescendo”.

Católicos e ortodoxos: todos devem ser um

Terminei minha viagem de novembro com os schoenstattianos na Sérvia com uma visita à catedral ortodoxa de São Salva, em Belgrado, belamente decorada.

Basilica del Santo Sava en Belgrad_Foto M Hermann

No túmulo do patriarca Irineu, enterrado na cripta, pedimos a ele que interceda pela unidade entre as igrejas ortodoxa e católica, para que se cumpra o desejo de Jesus:

“Para que todos sejam um, assim como tu, Pai, estás em mim e eu em ti, para que também eles estejam em nós e o mundo creia que tu me enviaste.” (Jo 17, 21)

Que a Mater também utilize Schoenstatt como instrumento para que a Europa respire em paz e unidade “com dois pulmões”:

“Contribuamos para a unidade das igrejas do Oriente,

e que surjam sóis de paz no mundo”.

(J. Kentenich, Hirtenspiegel #5029)

Share

with your loved ones

Related articles that may interest you