Procurar
Close this search box.

Schoenstatt
Movimento Apostólico

Sustentabilidade: Um Oásis verde na cidade grande

By: Joachim Kiess

Durante três anos, a Família de Schoenstatt de Munique planejou criar um espaço verde, com árvores e plantas, ao redor do Santuário. Além de deixar o local mais bonito e acolhedor, o objetivo era também contribuir com o meio ambiente. Hoje, o Santuário é um oásis verde no meio da grande cidade. E isso fez com que o Departamento de Planejamento Municipal de Munique incluísse o Santuário no projeto Urban Land-Art-Tour.

Ponto final do Urban Land-Art-Tour

Para muitos dos participantes, foi uma grande descoberta entrar nas instalações do Centro de Schoenstatt de Munique pela movimentada Rua Herterich. “Na beira do mar de casas, um lugar tão verde e tranquilo!” exclamou surpreso um dos participantes.

O parque ao redor do Santuário foi o ponto final do projeto “Urban Land-Art-Tour”, organizado pelo Departamento de Urbanismo da cidade de Munique. O objetivo desta iniciativa, que inclui vários eventos, é mostrar aos interessados ​​a importância do corredor verde. Numa época em que todos os dias se perdem muitos metros quadrados de áreas preservadas, a conservação e manutenção dos espaços quase naturais nas cidades assume uma importância relevante.

Preservar a criação

Quando o Departamento de Urbanismo perguntou, na primavera, se seria possível realizar o evento – com duração de meio dia – nas dependências do Centro de Schoenstatt de Munique, o “anfitrião”, Pe. Frank Riedel, ISch, concordou espontaneamente e de bom grado. Afinal, a reforma do parque ao redor do Santuário de Schoenstatt, nos últimos 3 anos, também foi feita porque a comunidade queria dar sua pequena contribuição para a preservação da criação.

O Departamento de Planejamento Urbano propôs como tema do evento: “Experimentar a arte e a natureza como uma unidade”. Sob a direção de um educador de Arte, foram criados objetos com materiais naturais em várias estações e documentados fotograficamente. No final, no Centro de Schoenstatt, essas fotos foram apresentadas em uma “exposição” improvisada. Além disso, os participantes criaram pequenos “cartões de recordação” a partir de flores, ervas e plantas.

Nenhum dos participantes havia estado antes no Centro de Schoenstatt. Por meio desse evento, conheceram o local e o Santuário de Graças. Dessa forma, foi possível dirigir-se a pessoas, nessa tarde de julho, que não teriam conhecido Schoenstatt sem este projeto.

Fonte: schoenstatt.de

Share

with your loved ones

Related articles that may interest you

Parolin

Card. Parolin na COP27: temos pouco tempo, esta oportunidade não deve ser desperdiçada

Na cúpula sobre o clima do Egito, o discurso do Cardeal Secretário de Estado renova o apelo a abordagens integradas para enfrentar “a crise socioecológica”: não podemos nos dar ao luxo de nos estruturar em blocos de países isolados e insustentáveis, temos o dever moral de prevenir e responder aos impactos humanitários causados pela mudança climática, como o “crescente fenômeno dos migrantes deslocados”

Read More »