Emilie Engel

Irmã Emilie Engel: "Quero tornar-me um milagre da confiança"

Irmã Emilie Engel alcançou um elevado grau de perfeição, embora tivesse que superar grandes dificuldades, durante a sua vida: angústias e temores, uma grave enfermidade e grandes deficiências físicas. Sob a orientação espiritual do Padre Kentenich, conquistou uma sadia autoestima, a liberdade interior dos filhos de Deus e um profundo abrigo espiritual no amor misericordioso do Pai celeste.

Muitos recordam o brilho do seu olhar. “Ela parecia iluminar tudo ao seu redor. Nunca esquecerei o brilho da sua alma, que se refletia no seu rosto, apesar das graves deficiências físicas”, afirmou uma jovem que encontrou Irmã M. Emilie pouco antes da sua morte.

Irmã Emilie Engel
Foto: s-ms.org

Dados biográficos

Emilie Engel (6.2.1893) é a quarta de doze irmãos; criou-se na pequena localidade de Husten, no norte da Alemanha, numa família de camponeses. Concluída a formação como professora, iniciou seu trabalho numa escola, da região industrial do Ruhr, onde se confrontou com os problemas sociais dos operários. Amar “mais calorosamente os mais pobres” e tentar melhorar a sua sorte é a grande motivação que norteia o seu empenho social.

Em 1926, pouco depois dos primeiros contatos com o Movimento Apostólico de Schoenstatt, ela se coloca ao dispor do Padre Kentenich, para a fundação das Irmãs de Maria. Como jovem Irmã, oferece a Deus a sua vida, como penhor, para que na comunidade surjam santas. Deus levou a sério esta oferta.

Nove anos mais tarde, uma tuberculose pulmonar a obriga a renunciar ao serviço ativo na comunidade. Segue um longo período de enfermidade, com grandes cirurgias e fases de isolamento total. Irmã Emilie aceita tudo como parte do plano de amor que Deus traçou para a sua vida.

 

Irmã Emilie Engel
Foto: s-ms.org

“O meu sim é para sempre!”

Em 1946, Padre Kentenich confia a Irmã Emilie Engel a direção da primeira Província constituída na comunidade das Irmãs de Maria, embora o avanço de uma paralisia restrinja cada vez mais suas atividades cotidianas.

Irmã M. Emilie suporta muitas dores, mas nunca deixa de expressar alegria e bondade, assim como uma fé inabalável na Providência amorosa de Deus. No dia 20. 11. 1955, ela falece, aos 62 anos de idade.

“Queira Deus, no seu amor misericordioso, conceder-me a grande graça de vos poder servir mais, a partir do céu, do que o fiz durante o meu caminho aqui na terra.“ (Irmã M. Emilie, Carta de despedida à Província)

Irmã Emilie Engel continua fiel à sua missão. Na força divina, com a sua intercessão, ajuda todos os que a ela recorrem. São muitos os que chegam para rezar junto ao seu túmulo, em Koblenz-Metternich.

Atuamos em prol da sua beatificação, para que seu exemplo e sua intercessão possam ajudar muitas pessoas a descobrir a Deus como Pai de amor.

O Papa Bento XVI assinou o decreto que lhe concede o título de “Venerável Serva de Deus”,  o reconhecimento da Igreja sobre as virtudes heroicas de Ir. M. Emilie, isto é, a Igreja afirma que ela viveu heroicamente a fé, a esperança e a caridade.

Irmã Emilie Engel
Foto: s-ms.org

Colaboremos com a causa de sua beatificação, pedindo a Deus que realize um milagre por sua intercessão.

Secretariado Ir. M. Emilie Engel: Para a comunicação de graças alcançadas e pedidos de material informativo
Atibaia/SP: secretariadopadrekentenich@gmail.com

Santa Maria/RS: emilie.engel@via-rs.net

Datas importantes

* 06.02.1893 em Husten, Alemanha

† 20.11.1955 em Koblenz-Metternich, Alemanha

12.10.1999 Abertura da causa de beatificação, em Treves, Alemanha

10.05.2012 Promulgação do Decreto sobre o grau heroico das suas virtudes, pelo Papa Bento XVI

Sua oração predileta

Eu sei que tu és meu bom Pai, em cujos braços estou abrigada.

Não quero perguntar como me conduzes, mas quero seguir-te sem cuidados.

Se devolvesses a minha vida, em minhas mãos, para que eu a conduzisse –

eu a devolveria novamente em tuas mãos, em confiança filial.

 

Eu sei que tu és  meu Pai, que me entregou seu próprio Filho Unigênito,

Luz da Luz, que pela sua morte nos alcançou a vida.

Se tanto amaste o mundo, como poderia eu hesitar e temer?

Mesmo que me conduzas por vales obscuros, Senhor, ousarei seguir-te!

 

Eu sei que és meu Pai, que me deu a Mãe por companhia,

a Mãe Três Vezes Admirável, que me conduz pela mão.

Como Maria, confesso silenciosamente: Senhor, o teu amor nunca me engana.

Faça-se em mim a tua vontade, ó Deus. Só quero o que dispões para mim.

Oração pela beatificação de Irmã M. Emilie

Deus, nosso Pai, confiando filialmente em tua sábia e bondosa Providência, Irmã Emilie trilhou o caminho de sua vida. Mesmo no sofrimento e na insegurança, ela pronunciou o “Sim, Pai” aos teus desejos e à tua vontade. Desta forma, ela encontrou profundo abrigo em teu coração paternal, em meio a todos os temores e aflições. Nela, manifestaste poderosamente teu amor e tua misericórdia. Eu te peço a beatificação de Irmã Emilie, para a tua glória, para a honra da Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt e para a bênção da humanidade. Por sua intercessão, atende os meus pedidos… assim como corresponde à tua bondosa providência. Amém.

Fonte: Site das Irmãs de Maria de Schoenstatt


Santuário Original

Santuário Original receberá modificações

Sobre altar do Santuário Original

A Presidência Internacional da Obra de Schoenstatt decidiu que o altar do Santuário Original deve ser adaptado para que possa ser trazer para frente para a celebração da Santa Missa.

A Presidência Internacional vem tratando deste assunto desde junho de 2021. A situação provocada pela pandemia intensificou a conexão on-line com o Santuário Original, especialmente a participação na Eucaristia. O pequeno altar, colocado que foi sempre sido considerado temporário já está ali ha muito tempo. E por isso devia ser encontrada uma solução definitiva .

As premissas foram logo esclarecidas: deveria haver apenas um altar e este deveria ser o histórico e original, não outro. Em segundo lugar, de acordo com a reforma litúrgica pós-conciliar e as sensibilidades atuais, o sacerdote deveria normalmente celebrar a Eucaristia dirigindo-se ao povo. Em tudo isso a mens fundatoris foi decisivo e determinante para nós: o Santuário Original é o centro espiritual e fonte de graças para todos, e ao mesmo tempo é o modelo para todos os outros santuários filiais. Por esta razão, sua forma e a aparência  devem permanecer inalteradas, o que é de grande importância para a vinculação local.

Em seguida foi solicitado ao conselho administrativo do Santuário Original que propusesse possíveis soluções concretas, as quais foram apresentadas à Presidência Internacional. Após estas consultas, todos os representantes das diferentes comunidades da Presidência Internacional decidiram por unanimidade que o altar do Santuário Original deveria ser móvel para a celebração da Eucaristia. Em breve será feita esta modificação.

P. Juan Pablo Catoggio
Presidência Internacional
Schoenstatt, 26 de dezembro de 2021

 

 


JMJ 2023

JMJ 2023: Jornada de Lisboa de 1 a 6 de agosto 2023

JMJ 2023 - Cardeal Patriarca de Lisboa, D. Manuel Clemente, declara a sua alegria, sublinhando a importância deste anúncio ser feito no dia de S. Francisco de Assis, 4 de outubro

A organização da Jornada Mundial da Juventude JMJ 2023 anuncia nesta segunda-feira dia 4 de outubro que a edição de Lisboa, em Portugal, será de 1 a 6 de agosto. As datas são agora reveladas num comunicado que cita D. Manuel Clemente, cardeal-patriarca de Lisboa:

“É com muita alegria que revelamos que a Jornada Mundial da Juventude Lisboa 2023 se realizará de 1 a 6 de agosto de 2023. O anúncio desta data da JMJ neste dia de S. Francisco de Assis é um momento muito importante para todos. Há muito que os jovens de todo o mundo desejavam conhecer a data da JMJ Lisboa 2023 para preparar com maior detalhe a vinda a Lisboa. Esperamos que os 22 meses que nos conduzirão à JMJ sejam um tempo de evangelização para todos” – considera D. Manuel Clemente, cardeal-patriarca de Lisboa.

Neste momento, são já mais de 400 os voluntários, na sua maioria portugueses, que estão a colaborar com a organização da JMJ Lisboa 2023 no Comité Organizador Local (COL).

Entretanto, em cada uma das 21 dioceses de Portugal existem também já Comités Organizadores Diocesanos (COD) que dinamizam no seu território o caminho de preparação para o evento.

https://www.youtube.com/watch?v=HxtO3xtybOw&t=14s

JMJ uma iniciativa de São João Paulo II

Do caminho percorrido até agora podemos recordar um importante momento como foi a passagem da Cruz peregrina e do Ícone mariano, símbolos da JMJ, dos jovens do Panamá àqueles de Portugal. A 22 de novembro de 2020, na Solenidade de Cristo Rei, numa Eucaristia na Basílica de S. Pedro, o Papa Francisco exortou os jovens a não renunciarem aos grandes sonhos e disse-lhes para fazerem obras de misericórdia:

“Não renunciemos aos grandes sonhos. Não nos contentemos com o que é devido. O Senhor não quer que restrinjamos os horizontes, não nos quer estacionados nas margens da vida, mas correndo para metas altas, com júbilo e ousadia. Não fomos feitos para sonhar as férias ou os fins-de-semana, mas para realizar os sonhos de Deus neste mundo. Ele tornou-nos capazes de sonhar, para abraçar a beleza da vida. E as obras de misericórdia são as obras mais belas da vida. Se tens sonhos de verdadeira glória – não da glória passageira do mundo, mas da glória de Deus, esta é a estrada; porque as obras de misericórdia dão mais glória a Deus do que qualquer outra coisa” – sublinhou o Papa Francisco na receção dos símbolos da JMJ em Roma pelos jovens portugueses.

A JMJ Lisboa 2023 decorre em Portugal de 1 a 6 de agosto. Até lá os símbolos da JMJ peregrinam pelas dioceses de Portugal de novembro 2021 a julho 2023. O tema da JMJ 2023 é: “Maria levantou-se e partir apressadamente” (Lc 1, 39).

Fonte: Vatican News em português