Belmonte (Roma), 12 e 13 de fevereiro de 2024 – No sugestivo Centro Internacional de Schoenstatt, em Roma, foi realizado um encontro de sacerdotes para aprofundar a espiritualidade de Schoenstatt e tratar da organização da coluna sacerdotal do Movimento. Participaram do encontro: Dom Ignazio Sanna e Pe. Marcelo Cervi, do Instituto dos Sacerdotes Diocesanos de Schoenstatt; Pe. Facundo Bernabei e Pe. Beltran Gomez, do Instituto dos Padres de Schoenstatt; Pe. Siméon Rwasa, burundês que serve na Diocese de San Miniato, na Toscana, Itália; Pe. Ilario Palessonga, congolês fidei donum na Diocese de Volterra, na Toscana; Pe. Giuseppe Gradino, de Torretta, Arquidiocese de Monreale, na Sicília; e Pe. Valentino Menegatti, Arquidiocese de Ferrara-Comacchio.

Sacerdotes são acolhidos na Família de Schoenstatt

Devido a compromissos pastorais e universitários, muitos padres não puderam participar da reunião, que começou na segunda-feira, 12 de fevereiro, com as boas-vindas e a saudação de S. Excia. Dom Ignazio Sanna e da Ir. M. Júlia de Almeida. O Pe. Valentino conduziu a apresentação dos participantes, compartilhando suas experiências e expectativas. O Pe. Facundo Bernabei apresentou o Movimento de Schoenstatt, explicando sua história e estrutura. Às 18h, foi celebrada a Santa Missa com Vésperas, presidida por Dom Sanna no Santuário. Após o jantar, Dom Sanna proferiu uma palestra sobre “Schoenstatt: uma proposta de espiritualidade para os presbíteros diocesanos”.

Surge a Liga de Sacerdotes

No dia seguinte, 13 de fevereiro, pela manhã, os participantes foram em peregrinação ao Santuário “Cor Ecclesiae”, onde foram recebidos pela comunidade das Irmãs de Maria. A Ir. M. Julie Brcar apresentou a história e a missão do Santuário. O Pe. Beltran Gomez presidiu a Santa Missa e, finalmente, o Pe. Marcelo moderou a discussão sobre a possibilidade de organizar uma Liga de Sacerdotes. A reunião foi um momento de enriquecimento espiritual e de partilha entre os presbíteros e, no final, os participantes decidiram iniciar uma Liga dos Sacerdotes Diocesanos de Schoenstatt na Itália. A decisão traz grande alegria para a toda a Família de Schoenstatt, que vê nesse novo círculo de sacerdotes uma porta aberta para levar a missão de Schoenstatt cada vez mais ao coração da Igreja.